Página:Contos Tradicionaes do Povo Portuguez.pdf/483

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


36. Bola-bola. — Liga-se com o conto das Tres Cidras do Amor. Vid. n.º 46.


37. Linda branca. — Pertence ao cyclo do Sapatinho de vidro. Vid. n.º 19.


39, 40. Rei Escuta. As cunhadas do Rei. — D'este conto publicou duas versões do Porto o sr. Leite de Vasconcellos, na Vanguarda, n.º 40 e 41. No Romanceiro do Archipelago da Madeira, vem a pag. 391 um largo conto em verso com o titulo Los incantamentos da grande fada Maria, de perto de quarenta paginas, um verdadeiro problema litterario, cuja genuinidade só se admitte pela espontanea improvisação que distingue os povos insulanos. Nos Contos populares do Brazil, do Dr. Sylvio Romero, vem sob o n.º II, com o titulo Os tres coroados. Este mesmo thema tradicional recebeu fórma litteraria nos Contos e Historias de Proveito e Exemplo, de Gonçalo Fernandes Trancoso, Parte II, n.º 7, que reproduzimos na secção competente. É extraordinaria a somma de paradigmas que apresenta este conto na tradição hespanhola, italiana, franceza, grega moderna, allemã, hungara, slava, avárica, etc. O Dr. Reinhold Köhler, nas notas dos Awarische Texte, ao n.º 12, A bella Issensulchar, traz uma enorme somma de paradigmas, e o prof. Stanislao Prato, nas Quatro Novelline populari, Rivornesi, Spoleto, 1880, annotando o conto das Le tre Ragazze, pag. 92 a 136, desenvolve extraordinariamente a área das comparações, de modo que o processo erudito está feito, sendo facil imbair os ingenuos. Aproveitaremos com franqueza as investigações d'esses mestres, com algumas resumidas ampliações.

No Folk-lore andaluz, n.º 8, p. 305, vem este conto com o titulo El agua amarilla, colligido por J. L. Ramirez. Nos Rondallayre, de Maspons y Labros, n.º 14 e 25; e nos Cuentos y Oraciones divinas, de Fernão Caballero,