Página:Contos Tradicionaes do Povo Portuguez.pdf/514

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


seculo XIV e se acha na Torre do Tombo. A extensão de este apologo na Edade media foi vastissima; Jubinal publicou uma redacção do seculo XIII no Nouveau Recueil de Fabliaux, t. II, p. 113; e em inglez ha uma redacção do seculo XII de Odo de Ceriton; acha-se na Legenda Aurea, de Voragine, e no Speculum Historiale, de Vicent de Beauvais, e na Vies des Péres. Mone, publicando um texto latino, «aproxima este apologo vindo da Asia com a tradição scandinava da arvore sagrada, o carvalho Yggdrasil, cuja cima toca no céo e cuja raiz é continuamente roida por Nidhogger, a serpente infernal.» (Violier, p. 389, nota.) Esta mesma tradição acha-se nos preliminares da traducção pehlvi de Calita et Dimna, do começo do seculo VI, nas traducções arabe, hebraica e grega, e no Directorium humanae vitae.


131. Exemplo dos tres amigos. — Acha-se no Conde de Lucanor, de D. João Manoel, cap. XXXVII, fl. 104, porém mais desenvolvido. Nas Gesta Romanorum (traducção franceza, Violier, p. 297) traz o titulo De la vraye probation d'amytié. Citam-se nas notas muitas fontes tradicionaes, entre outras o Dialogus creaturarum, cap. 56; a Disciplina clericalis, de Pedro Alfonso, cap. 2.º; e Summa Predicantium, de Bromyard, vb. Amicitia; ha uma traducção arabe de Cardone, Melanges de litterature orientale, t. I, p. 78; Apologos de Stainhoewel, fl. 88; Hans Sachs fez sobre este assumpto a comedia Der halb Freund; Granuci a novella L'Eremita; acha-se tambem na parabola dos trez amigos, da Historia de Barlaam e Josaphat.


132. Exemplo allegorico da redempção. — Parece-nos a fórma rudimentar d'onde se desenvolveu a novella de cavalleria celeste. É provavel que se encontre nas collecções medievaes.


133. A justiça de Trajano. — Esta lenda da Edade--