Página:Descrição de uma viagem a Canudos.pdf/59

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
33
DA BAHIA A CANUDOS



Servi nesta ultima com os distinctos collegas Epaminondas Gouveia e Pio de Souza e cumpre me dizer, bastante satisfeito, que sempre me foi e aos meus collegas, dispensada toda a sorte de amabilidades, aliás pouco usual nos chefes e principalmente em campanha.

Já estavamos um pouco habituados com as miserias que alli havia, mas, nunca podiamos nos tornar indifferentes a ellas. E é assim que nos compungia o coração ver centenas e centenas de soldados num vallado, semelhante a um cano descoberto, sem terem o menor abrigo, expostos a todas as intemperies possiveis, sem meios de alimentação, sem medicação completa e muitos sem ainda terem-n'a recebido.

Feridos vimos que havia oito, dez, doze e quinze dias não recebiam nem ao menos a frescura da agua sobre a chaga ou chagas que a sua dedicação havia feito; outros, que a fome havia prostrado e, quasi moribundos, olhavam languidamente com as mãos estendi-