Página:Descrição de uma viagem a Canudos.pdf/61

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
35
DA BAHIA A CANUDOS



be a mais pequena parte; isto mesmo podem affirmar os que lá estiveram....Mas, realmente a fé e a esperança assoberbaram os animos de todos aquelles que soffriam, o que, aliás, é explicavel: é que elles viam em nossos semblantes o ar bondoso do moço e as aspirações beneficas da Patria, viam synthetisadas a alegria e satisfação com que estavamos na campanha, e mesmo nós alli não eramos militares, mas militarisados, e como é de facil comprehensão, ha uma certa incredulidade de um para outro obreiro da mesma obra e artista da mesma arte. Eis as razões, e estou certo que outras não seriam

E não era somente no hospital que trabalhavamos; de todos os batalhões, quasi, recebiamos chamados insistentes e a que attendiamos promptamente.

Fomos então travando estreitas relações com toda a officialidade da columna expedicionaria, e felizmente, em regra geral, grangeamos a sua estima.

Quanto a operações bellicas, iamos no