Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/142

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Fenianos: poesia — Foi posta em musica para ser recitada ao piano pelo compositor brazileiro Arvellos, sendo publicada em feverairo de 1882.


Antonio Barboza Correia — Era natural de Minas Geraes, como se declara na obra que passo a mencionar, e nascido provavelmente no seculo passado.

Escreveu:

Manifesto ao grão Brazil imperio dos imperios do mundo, offerecido a sua magestade imperial, defensor perpatuo do Bnzil, por Antonio Barboza Correia, mineiro rustico, Ligado ás profecias do Bandarra e de outros profetas. Rio de Janeiro, 1824, 54 pags. in-4º — Não li esta obra; ella se acha, entretanto, na bibliotheca nacional e na fluminense.


Antonio Bersane Leite — Nascido em Portugal pelo anno de 1770, e brazileiro por abraçar a constituição do Imperio, falleceu no Rio de Janeiro alguns annos depois do juramento da mesma constituição.

Exerceu em sua patria o cargo de escrivão da superintendencia das decimas da freguezia de Bucellas o annexos, que deixou para vir estabelecer—se no Brazil, pouco mais ou menos quando para aqui veio a familia real.

Escreveu:

Diversas poesias — que se achàm no Almanak das musas, parte 4ª, pag. 33; no Romancista, periodico publicado em Lisboa, em 1839, pag, 180 e seguintes; na Livraria classica portugueza de Castilho, tomo 23º, pags. 67 a 71, etc.

Quadras glosadas. Lisboa, 1804 — E' um volume de 242 paginas, que teve segunda edição em Lisboa, 1819, augmentada com as seguintes:

Quadras glosadas, Numeros 1 e 2. Lisboa, 1806 — São dous folhetos com 14 paginas cada um de poesias compostas depois da primeira edição acima.

A verdade triumphante: elogio dramatico o allegorico para se representar no real theatro do Rio de Janeiro no grande e plausivel dia natalicio da rainha, nossa senhora. Rio de Janeiro, 1811, 15 pags. in-4° — E'escripta em verso.

A união venturosa: drama com musica para se representar no real theatro do Rio de Janeiro no faustissimo dia dos annos de sua alteza real, o principe regente, nosso senhor. Rio de Janeiro, 1811, 19 pags. in-4° — E' escripta em verso.


Antonio Bezerra de Menezes — E' natural da provincia do Ceará, filho do doutor Manuel Alvares da Silva Bezerra e sobrinho do doutor Adolpho Bezerra de Menezes, de quem já tratei.