Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/180

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Os metaes : sciencia vulgarisada — Foi publicada esta obra na Gazetinha do Rio de Janeiro em 1881, mas não foi concluida a publicação.

Ha diversos artigos seus sobre sciencias naturaes, questões sociaes e instrucção publica nos periodicos Paiz, Libeal e Publicador do Maranhão, Republica do Rio de Janeiro até 1873, e Provincia de S. Paulo em 1876, assim como varios escriptos scientificos no Bulletin da sociedade allemã de chimica, de 1875 a 1880, na Revista trimensal da sociedade de sciencias naturaes de Iürik, de 1874 a 1875, e finalmente uma serie de artigos sobre a instrucção superior, com ideias muito importantes sobre a reforma das nossas academias, na Gazeta de Noticias em 1882.

Tem ainda inedüos :

Estudos sobre a carta geologica e mineralogica do Brazil —O doator Ennes de Souza fez pela imprensa uma declaração, de que voluntariamente tomava a si a empreza da carta geologica e mineralogica do Brazil, para o qual reunira materiaes e observações, e emprehendera viagens, convidando aos que se interessassem pela prosperidade patria para auxilial-o, lhe mandando mineraes, e lhe communicando suas observações especiaes sobre a natureza inorganica.

A mineração e metallurgia do ferro. O que ellas são na Allemanha e na Belgica e seu estado nas provincias de S. Paulo e Minas-Geraes. Estudo especial sobre a fabrica de ferro de Ypanema, 1880.

Memorial sobre a mineralogia no muzeu nacional, apresentado ao senhor conselheiro Saraiva, presidente do conselho de ministros, 1880.

A proposito dos estudos sobre os portos do Brazil, especialmente do Maranhão e Ceará. 1881.

Estudo physico e chimico sobre o meteorito cahido em 1880 no Itapicurú-mirim, Maranhão, e que se acha no museu nacional. 1881.

Estudo chimico e industrial sobre o carvão de pedra da Chapada, provincia do Maranhão. 1881.

Memoria sobre os terrenos do Rio de Janeiro. 1881.

Os terrenos auriferos de Gantagallo. 1881.


Antonio Epaminondas de Mello — Natural de Pernambuco, filho do commendador Antonio Joaquim de Mello, de quem occupar-me-hei adiante, e de dona Magdalena de Mello, e bacharel em sciencias sociaes e juridicas pela faculdade de Olinda, representou sua provincia na 11ª, 12ª, 13ª e 17ª legislatura. Não obtendo resposta de duas cartas que lhe dirigi, pedindo-lhe tambem na segunda apontamentos relativos a seu venerando pae, limito-me a dar noticia dos seguintes discursos, que publicou:

Fallencia do Banco do Brazil: discurso pronunciado na camara dos deputados na sessão de 2 de maio de 1879. Rio de Janeiro, 1879, 20 pags. in-8º — Defende o conselheiro Cansansão de Sinimbú, presidente do conselho de ministros, e do banco fallido.