Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/191

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
166
AN


de Goes e Vasconcellos e doutor Antonio Ferreira Vianna por occasião do julgamento do senhor dom Antonio de Macedo Costa, bispo do Pará, precedidos da accusação feita pelo procurador da justiça, dom Francisco Balthasar da Silveira, Rio de Janeiro, 1874, 102 pags. in-8.º

Regulamento para as escolas municipaes. Rio de Janeiro, 1872, 7 pags. in-4° — Este regulamento o autor escreveu na qualidade de presidente das escolas.

Carta circular do doutor Antonio Ferreira Vianna, Rio de Janeiro, 1878, 15 pags. in-8° — Versa sobre sua candidatura á representação nacional.

Libellos politicos, I. Synthese. Rio de Janeiro, 1878, 118 pags. in-16°.

O doutor Ferreira Vianna redigiu o Diario do Rio. Rio de Janeiro, 1868-1869.


D. Antonio Ferreira Viçozo, Conde da Conceição, e Bispo de Marianna — Filho de Jacintho Ferreira Viçozo, por antonomasia o manso por causa de sua notavel e singular brandura, nasceu na villa de Peniche, em Portugal, a 13 de maio de 1787, e falleceu em sua diocese a 7 de julho de 1875.

Sendo seu pai protector do convento de carmelitas de Olhalvo, perto de Peniche, foi o menino Antonio aos nove annos de idade entregue ao respectivo prior, que o aperfeiçoou nas materias da instrucção primaria, e lhe ensinou os primeiros estudos de humanidades, os quaes foram concluidos no seminario de Santarem, D'ahi passou para a congregação da missão, onde cantou sua primeira missa a 8 de maio de 1818, sendo logo nomeado lente de philosophia na referida congregação.

Vindo para o Rio de Janeiro um anno depois para ser empregado nas missões do Brazil, foi designado para seguir para Minas Geraes, onde desde então até o dia de sua morte levou por toda a parte a fama de suas virtudes, e dos seus feitos no serviço da religião. Pouco tempo, porém, depois de sua chegada ao Brazil, fôra eleito superior da congregação, lagar que só deixou em 1844 por ter de assumir o cargo de bispo de Marianna, para o qual fôra nomeado a 7 de janeiro do anno precedente, e desta época em diante mais incansavel ainda se mostrou elle no serviço da igreja. Fez em sua diocese as mais salutares reformas e instituições, como a do seminario episcopal; já prégando muito, antes de ser bispo, desde que entrou em Marianna, prégava todos os domingos e dias santificados na cathedral, sendo ahi sempre enorme a concurrenci dos queriam ouvil-o no seu estylo simples, mas grave e tocante, e só não comparecia á cathedral em taes dias, quando andava em visitas díocesanas, que elle fazia muitas vezes, sempre em predica, de modo, que nenhuma igreja ou capella houve sob sua jurisdicção, onde elle se não fizesse ouvir. Quasi diariamente subia ao pulpito; e muitos dias subiu duas, e até tres vezes !