Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/197

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


172

AN

- Inspirações poeticas: collecção de versos - onde se acham: O sentimentalismo. Sobre um sepulchro. A vingança, etc. - Meditações poeticas: collecção de versos - contendo: A vida e a eternidade. A ventura. A ambição. A solidão. O amor (objectb tambem de uma inspiração). As paixões (tambem com o titulo A' Emilia : suspiro a minha amada). O somno. A melancolia: suspiro a um amigo ausente. A amizade. A philosophia. A verdade. A consciencia. A morte. Deus. A religião. A belleza. A opinião. A alma. A paciencia. A sabedoria. A guerra. - Discurso por occasião da inauguração da sociedade cultivadora da litteratura brazileira. - A queda de um anjo - Creio que é um romance. E' um trabalho em praza. - Um demonio at,-apalhador- Idem. - Historia c ,-itica da lingua latina - Desta obra dlio noticia Janllario Matheus Ferreira no' Di01-io do Rio de Janeiro de 12 de março de 1846, o doutor J. F. 8igalld no Annuario politico, historico e estatistico do Brazil de 1846 ã pago 478, o doutor J. Tito Nabuco de Araujo, e o doutor L. F. da Veiga que conhec> todas as obras do autor.

Antonio Francisco de Lacerda - Fallecido, ha cerca de dez annos, portuguez, mas naturalisado brazileiro-, exerceu a profissão commercial com um importante estabelecimento Je consignações na Bahia. sendo negociante maLricuLldo, e escreveu: - Parecer de uma commissão de negociantes sobre (/ meio de promover a agricu.ltura na Bnhin, etc. Bahia, 1846, 19 pags. in-8° - Assignam tambem o parecer André Combel' e João S. Gillmer.

Antonio Francisco de Paula Hollanda Cavalcanti de Albuquerque, Visconde de Albuquerque -Filho do capitão-mór Francisco de Paula Cavalcanti de Albuquerque e de dona Maria Rita de Albuquerque Mello, nasceu em Pernambuco a 21 de agosto de 1797 e falleceu no Rio de Janeiro a 14 de abril de 1863. Assontou praça !la exercito aos dez 1.I.llnos de idade, sendo promovido a diversos postos até o de. tenente-coronel, em que se reformou em novembro de 1832 ; serviu em Moçambique como ajudante de ordens do governadar; serviu em Macau, sendo nomeado lente da escola real de pilotos, e sargento-mOl' do batalhão do principe regente; d'ahi vindo para o BI:azil, serviu em Pernambuco em 1824 á causa da monarchia ; foi deputado por sua provincia em diversas legislaturas, e senador do imperio em 1838; ministro da fazenda no gabinete de 4 de outubro de 1830 e no subsequente de 18 Je março de 1831 ; mini tro do imperio e interinamente da fazenJa no gabinete d!l 3 de agosto de 1832 ; ministro da marinha no de U de julho de 1840 (o primeiro do reinado de dom Pedro II), no de 2 de janeiro de 1844, sendo inter'inamente dã guerra, e no de 2'de maio ele