Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/215

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Antonio Ignacio de Mesquita Neves — Filho legitimo de Ignacio das Virgens Neves, nasceu na cidade de Alagôas, antiga capital da provincia do mesmo nome, a i de maio de 1824. Estava destinado a seguir o estado ecclesiastico, mas em consequencia de faliecer seu pai tendo de sobrecarregar-se logo] de seus irmãos menores, entrou para o magisterio como professor da instrucção primaria em Maceió, onde serviu por espaço de dez annos, até 1857. Passando então para o Rio de Janeiro, serviu outros tantos annos como conferente da caixa de amortização; d'ahi foi tran ferido para o logar de ajudante do inspector da alfandega de sua provincia; extincto este logar, serviu addido ao thesouro nacional e depois Buccessivamente como inspector da alfandega de Porto-Alegre, inspector da do Maranhão, chefe de secção da de Pernambuco, inspector da de Santos, e exerce actualmente o cargo de conferente na côrte.

Cultivou com esmero a litteratura, que - diz elie - dehou para dedicar-se só aos negocios e serviço de fazenda; é official da ordem da Roza, e escreveu:

- Primeiros preludios de mÍ1~ha lyra. Maceió, 1851- E' uma collecção de suas poesias. O autor, tendo feito uma edição. pequena deste livro,.recolheu quasi todos os exemplares. Só vi um exemplar que possue um vel.ho em Alagõas e sei que dona Aristhea Pontes Torreão possue outro.

- Matiz: periodico litterario. Maceió, 1851 - Esta publicação foi de ephemera duração, e seu redactor foi· tambem um dos redactores do

- Tempo: periodico politico, liberal. Maceió, 1852 a 1858 - Esta folha trouxe-lhe perseguições de parte do presidente da provincia A. C. de Sã e ~lbuquerque, as quaes o obrigaram a vil' para o Rio de Janeiro, onde entrou para o serviço de fazenda~ como já ficou dito.

Antonio Ignacio de Torres Bandeira - Filho do bacharel Antonio Rangel de Torres Bandeira e de dona Maria da Conceição de Souza Rangel. nasceu em Olinda, antiga capital de Pernamuuco, a 20 de março de 1852.

Depois de estudar as materias da instrucção primaria, latim e francez com habeis professores, estudou com seu pai geographia, historia, philosophia e rhetorica; e assim preparado entrou para o serviço de fazenda em sua provincia no logar de terceiro escripturario da thesouraria, Iogar, de que, por motivo.s particulares, pediu demissão ao cabo de dous annos e meio de exercicio. DesdJ muito joven dedicou-se á litteratura, revelanlo-se poeta aos quatorze ::mnos de idade, e com tendencia á. litteratura romantica de Chateaubriand. Tem dado á. estampa escriptos Baús no Diario de Pernambuco, no Ame?'icano, na Provincia, Corl"eio do norte, Jornal da tarde, lJtfiosotys, Lucta, A7'chivo pittoresC8 e Gon~ gresso litte;"ario; e tem além disto, escripto: