Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/222

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
197
AN


- A esbelta. Amor e Namoro - Pags. {2{ a {26. São duas composições joviaes, como as que compoem o livro. Antes de expil'ar, no detirio de uma febre violenta, onde se denunciava a cauza de sua morte, pediu a seu irmão que escrevesse os seguintes versos que elle recitava com voz commovida, tremula:

Si tu vieres, bella compassiva,
Como dos troncos velhos o renovo,
Minh'alma ao morrer talvez vivera
Para te amar e te adorar de novo.

Vem.., corre para aqui neste momento
Esquecendo teus paes e o teu Eugenio!
Eu já colhi as palmas do talento
Comtigo colherei c’rôas de genio....

E não continuou, porque viu que seu irmão chorava, e abraçando-o, com as deUe se misturaram suas lagrimas.

Antonio Joaquim Leme - E' natural da provincia de S. Paulo, e formado em sciencias sociaes e juridicas pela faculdade da mesma provincia, exerce a arlvoca"cia na, cidade de Braganç~, e escreveu:

- Coroação da Virtude ou a independencia do Brazil : drama em cinco actos - Não' pude vãr este drama, mas creio que é impresso em S. Paulo.

Antonio Joaquim de Macedo Soares -Natural da provincia do Rio de Janeiro, nasceu na villa de Maricá a 14 de janeiro de 1838. Formado em direito pela faculdade de S. Paulo, seguiu a carreira da magistratlll'a, onde serve actualmente como juiz de direito, e tem sido por diversas vezes deputado provincial.

Sacio, desde que frequentava a faculdade, da sociedade Ensaio philosophico paulistano, e da academia philosophica do Rio de Janeiro, e posteriormente de diversas associações litterarias, deu á lume os primeiros ensaios de sua penna habi! e bem aparada, como coUaborador dos Ensaios Utterarios' e do Correio Paulistano, e além de diversas poesias lyricas, e artigos em praza sobre critica litteraria e outros assumptos publicados nas citadas revistas e na Revista do Atheneu Puulistano, escreveu:

- Harmonias brazileiras: contos nacionaes, colligidos e publicados, etc.; primeira serie. S. Paulo, 1859 - E' uma coUecção de poesias brazi· leiras, diz o do~tor Macedo Soares, as quaes - parte ineditas, parte publicadas em varias periodicos, redigidos quasi todos pOl' essa esperançoza mocidade que se senta nos bancos das faculdades de S. Paulo e do Recife, perio~icos de ephemera duração - si não est,!-vam esquecidas, ao menos não se achavam, por assim dizer, encerradas n'um só feixe por uma ideia superior que as ligasse na sua ultima nacionalidade. Não me consta que sahisse segunda serie.

- Lamartinianas. Rio de Janeiro, 1869 - E' uma collecção de poesias de diversos poetas brazileiros.