Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/225

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
200
AN


O bispo dom Antonio Joaquim de Me110 era do consel~o de sua magestade o lmper:l.dor, conde romano, prelado domestico de sua santidade, assistente ao throno pontificio, e escreveu diversas pastoraes, e entre e11as:

- Carta pastoral, saudá-ndo a seus diocesanos, dada aos ô de julho de 1852. Rio de Janeiro, 1852,8 pags. in-4.0

- Pastoral, publicando o jubileu que nos foi concedido pelo summo pontifice Pio IX em 21 de novembro do anno pro:rimo passado. Rio de Janeiro, 1852, 8 pags. in-4° - Esta pastoral é datada de 18 de outubro deste anno.

- Pastoral, dada em ltú aos 13 de janeiro de 1861- Vem publicada no Monitol' Catholico ns. 1J e 20 de 1 e 4 de setembro de 1881. E' a ultima ou a penultima deste prelado, e versa sobre diversos asurnptos da egreja. Nesta mesma revista, vem reproduzido um artigo de sua penna com o titulo :

- S. Francisco Xavier, orae por nós, A propagação dá fé e a obra da santa infancia - no n. 6 de 14 de julho de 18~1. Fôra publicado em avulso no anno de 1846 e distribuido pela provincia de S. Paulo, E' urna e:s:posição acerca deatas duas obras, no interesse. de co11ectar esmolas para e11as.

Antonio Joaquim de Mello, 2º — Filho de Ignacio Correia Gomes de Me110 e de dona Anna Francisca das Chagas Alves Marinho, nasceu na cidade do Recife, capital de Pernambuco, a 2 de fevereiro de 1794 e a1i faUeceu a 8 de dezembro de 1873.

Sendo tabellião do judicial e notas em 1817, e se comprerneLtendo nos movimentos politicos de sua provincia, foi por isso perseguido, abandonou o emprego e foi exel'cer a profissão de advogado em Garanhuns, onde psrsistiu até que, depois de proclamada a independencia, foi nomeado procurador fiscal da thesouraria de fazenda de Pernambuco, Tomando, porém, parte nos movimentos politicos subsequentes, de 1824, da republica do Equador, e de novo perseguido, foi obrigado a homisiar-se até que pela promulgação do decreto de amnistia voltou a sou emprego, e o exerceu, obtendo aposentação em 1854. Suas opiniões·politicas ainda foram motivo de accusações e-processos contra eUe instaurados em 1829 e em 1838, dos quaes triumphou felizmente.

Foi em sua provincia chefe do partido que sustentava a abdicação do primeiro imperante, e em opposição á Columna do throno e do altar, associação secreta, creada pelo partido adversos fundou e presidiu a sociedade patriotico-harmonisadora, que au:s:iliou muito o governo por occasião da: sedição militar ·de setembro de 1831, otrerecendo ao mesmo governo seus serviços pessoaes e até dinheiro; exerceu cargo's de eleição popular, como os de juiz de paz, vereador da camara municipal, conselheiro do governG e da provincia, depuLado provincial em diversas legislàturas e deputado geral em um.a das primeiras legislaturas, sendo votado