Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/301

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
276
AN


Tratado de commercio de 7 de março de 1856. Rio de Janeiro, 1856.

E' muito importante o seu

Protesto contra o acto do parlamento britannico, sanccionado a 8 de agosto do corrente anno (1845) que sujeita os navios brazileiros que fizerem o trafico de escravos ao alto tribunal do almirantado, e a qualquer tribunal do vice-almirantado dentro dos dominios de sua magestade britannica. Rio de Janeiro, 1845, 41 pags. in-4° — E' escripto em tres linguas; portugueza, franceza e ingleza. Exercia então o autor o cargo de ministro dos negocias estrangeiros.


Antonio Pedro de Figueiredo — Nasceu na villa de Iguarassú, provincia de Pernambuco, a 22 de maio de 1822, e falleceu a 21 de agosto de 1859.

Filho de paes desprotegidos da fortuna, a esforços seus fez um curso completo de humanidades, e com tal applicação que em muitas materias logo se constituira melltre. Com 22 annos de idade foi nomeado professor adjunto do lyceu de Pernambuco, onde leccionou a lingua nacional, inglez e philosophia no impedimento dos professores respectivos; foi ahi lente cathedratico da lingua nacional; e foi finalmente lente de historia e geographia do gymnasio pernambucano, sendo por muitas vezes examinador do curso de preparatorios, annexo á faculdade do Recife.

Os estudos aturados a que se dava, si não foram a causa principal de sua morte, quando apenas contava 37 annos, pelo menos contribuiram poderosamente para ella, no pensar de seus amigos. Sua morte foi muito pranteada pela imprensa, onde elle assaz brilhara, e por esta occasião escreveu seu amigo e collega nas lides da imprensa, o doutor Torres Bandeira, « que a provincia perdera nelle um de seus homens de lettras, que muito a ennobreciam; as lettras perderam nelle um de seus mais zelosos cultores.» Escreveu:

Curso da historia da philosophia por V. Cousin, vertido em portuguez. Recife, 1843—1844, 1845, 3 vols.

Da soberania do povo e dos principios do governo republicano moderno: lições pronuncidas na faculdade de direito de Paris por M. Ortolon, professor da mesma faculdade, traduzidas, etc. Recife, 1848.

Noções abreviadas de philologia acerca da lingua portugueza. Recife, 1851.

As sete cordas da lyra de George Sand: traducção. Recife, 1847 — E' um romance precedido de uma introducção, escripta pelo traductor, na qual elle lamenta o atrazo de nossa litteratura.

A Carteira por Abdalah-el-Kratif — Sob este pseudonymo publicou Figueiredo semanalmente uma serie de folhetins no Diario de Pernambuco de 1848 a 1859, nos quaes se occupava de assumptos relativos á historia, á philosophia, ás lettras, ás artes, á politica doutrinaria, á critica e apreciação de livros importantes, como a Legenda dos seculos