Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/343

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
318
AN


Homero, Euripedes, Sophocles, o desventurado Ossian e outros poetas celebres da primitiva Escossia e da Grecia. Foi socio e orador do Ensaio philosophico paulistano, e um dos mais decididos sustentadores da ideia da divisão da provincia de Minas, creando-se a provincia sul-mineira, em cujo sentido escreveu:

Memoria sobre a divisão da provincia de Minas Geraes offeracida á camara municipal da cidade da Campanha. S. Paulo, 1854, 12 pags. in-4°— O senador Candido Mendes faz menção della no seu atlas do imperio do Brazil.

Manifesto aos habitantes das tres comarcas, de Sapucahy, Rio-Verde, e Tres-Pontas, e do municipio de Lavras. S. Paulo, 1854, in-4° — Como orador do Ensaio philosophico escreveu diversos discursos, e na Revista Litteraria, jornal da mesma sociedade, acham-se alguns artigos seus, já em prosa, já em verso, como:

Ossian (prosa) — Vem na serie 2ª , n. 3.

Ode ao dia sete de setembro —Idem, n. 5.

O adeus de Hermann: poesia — Serie 4ª, pag. 134.

O cavallo de Mazeppa: poesia — Serie 5ª, pag. 115.


Antonio Soares de Souza Junior — Nasceu na Pàrahyba do Sul, provincia do Rio de Janeiro, a 7 de abril de 1851, filho de Antonio José Soares de Souza e de dona Margarida Soares de Souza.

Em 1869 matriculou-se na antiga escola central, d'onde em 1871 se retirou para a sua cidade natal; ahi fundou o Agricultor, de que foi redactor em chefe, passando, por occasião do desapparecimento deste, a collaborar no Eleitor, e, posteriormente, na Republica, de cuja redacção faz parte.

Membro do partido republicano, occupou varias vezes cargos de eleição popular, e foi trabalhador infatigavel desde os mais tenros annos, cultivando com successo todos os ramos da litteratura. Durante os annos academicos publicou, editadas pela çasa Garnier, as seguintes obras:

O Pandego. Rio de Janeiro.

O bom do senhor Leitão. Rio de Janeiro.

Contos jocosos. Rio de Janeiro — Sahiram estes tres livros sob o pseudonymo de Koch Junior. Publicou mais:

Um par de galhetas: comedia. Rio de Janeiro.

Os sete peccados mortaes: drama. Rio de Janeiro — Foi representado pela primeira vez na côrte em julho de 1882.

Sóares de Souza tem publicado muitas poesias em diversos periodicos e tem colleccionado um volume com o titulo:

Alma negra: poesias — que será dado á luz em principios de 1884. Deste volume possuo por cópia a seguinte poesia com o titulo Na barrîcada: