Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/367

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
342
AR


A princeza Jorge: drama de Alexandre Dumas filho. Traducção — inedita, mas representada no theatro Cassino.

Primeiras proezas de Richelieu: comedia em dous actos. Traducção de sociedade com Arthur de Azvedo — idem.

Bellesa invisivel: romance — Foi publicado na Estação, jornal de modas, 1881.

Contos, biographias, etc. — E' um volume que o autor conserva inedito e me parece que será dado á lume brevemente.


Arthur Carneiro de Mendonça Franco — E' natural da provincia de Minas Geraes, e exerce um logar na secretaria do senado. Collaborou, si me não engano, no periodico Cruzeiro, e escreveu:

Historia de uma parisiense por Octavio Feuillet, traducção. Rio de Janeiro, 1881 — Foi publicada sob o titulo de « Bibliotheca do Cruzeiro », depois de haver sido impressa no mesmo periodico.


Arthur Fernandes Campos da Paz — Filho de Manoel Venancio Campos da Paz e de dona Amalia Carolina Fernandes de Campos, nasceu na cidade do Bananal, provincia de S. Paulo.

Doutor em medicina pela faculdade do Rio de Janeiro, dedicou-se desde estudante ao exercicio de educador da mocidade, a principio leccionando sciencias naturaes no externato Aquino, e depois na direcção deste estabelecimento com seu director primitivo, o doutor João Pedro de Aquino; é adjunto da cadeira de chimica organica e biologia da faculdade de medicina, socio e um dos fundadores da sociedade beneficente paulista José Bonifacio, e escreveu:

Estudo sobre a nomenclatura chimica. Rio de Janeiro, 1877.

Dos bromuretos e suas applicações therapeuticas: these apresentada à faculdade de medicina do Rio de Janeiro a 30 de setembro de 1878, Rio de Janeiro, 1879 — E' seguida de proposições sobre os pontos : Ammonia. Thoracenthese. Pneumonia.


Artur Leal — E' um autor, que só conheço pela obra abaixo mencionada, sabendo apenas que frequentara a faculdade de direito do Recife. Consta-me que existe um bacharel em direito, que exerce em nossa magistratura um logar de juiz municipal na provincia do Rio Grande do Sul, com o nome de Arthur Leal Ferreira, e talvez seja o mesmo autor das

Impressões academicas: ensaios criticos. Recife, 1879, in-8.°


Arthur de Oliveira — Natural da provincia do Rio Grande do Sul, nasceu em 1851 e falleceu no Rio de Janeiro a 21 de agosto de 1882.

Viajou alguns annos pela Europa, ahi fez sua educação, demorando-se sobretudo na França, onde entreteve intimas relações de amizade com