Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v7.pdf/393

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
388
VI


como advogado no Rio do Janeiro. É socio fundador do Instituto do Ceará e deputado por este estado á quarta legislatura federal. Escreveu:

Cantos do amanhecer: versos. Recife, 1879, in-8º.

Traços biographicos do general Antonio Tiburcio F. de Souza. Fortaleza, 1886, in-8º — Esta publicação teve logar por occasião de ser inaugurada na capital do Ceará a estatua deste general.

O pessimismo: conferencia feita no Instituto do Ceará em 1886 ou 1887.

Discurso proferido sobre a secca do Ceará na sessão da Camara dos deputados de 22 de novembro de 1900. Rio de Janeiro, 1900. Como jornalista collaborou em varias jornaes do Natal e da Fortaleza, e redigiu:

Correio do Natal. Natal, 1884.

Gazeta do Norte. Fortaleza, 188...

Libertador. Fortaleza, 188...

O Commercio. Fortaleza, 188...


Virgilio Cardoso de Oliveira Filho de Rodolpho Cardoso de Oliveira e dona Maria Virginia da Motta Cardoso, e irmão de Climerio Cardoso de Oliveira, já neste livro mencionado, nasceu na Bahia a 15 de dezembro de 1860 e, bacharel em direito pela faculdade do Recife, formado em 1889, exerceu a advocacia na cidade de Belém, do Pará, onde foi director da Instrucção publica e é chefe da secretaria do interior, justiça e viação. Escreveu:

Martyrio e honra: poemeto. Recife, 1887, 15 pags. in-8º.

A morte de Silva Jardim ou o Vesuvio em erupção. Bahia, 1891, 21 pags. in-8º.

Rimas: collecção de versos. Manáos, 1893, 81 pags. in-8º — Este livro é offerecido a sua mãe e contém 47 composições.

O juramento: drama em quatro actos e um quadro. Manáos, 1892, in-8°.

Breves considerações sobre o art. 19 da lei n. 2032, de 20 de setembro de 1871, precedidas do parecer do Dr. João Vieira de Araujo. Recife, 1888, in-8º.

Os proprios nacionaes. Justificação constitucional do direito que aos Estados assiste sobre os antigos proprios nacionaes, apresentada ao Exm. Sr. Dr. José Paes de Carvalho, governador do estado do Pará, etc. Belém, 1898, 23 pags. in-8º.