Página:Diccionario bio-bibliographico cearense - volume primeiro.djvu/50

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Falleceu de uma congestão cerebral a 18 de Junho de 1894 na villa do Patrocinio, Estado de Minas Geraes.

Deixou o trabalho Vomitos incoerciveis da prenhez, these apresentada a 19 de Dezembro de 1892 á Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro e perante ella sustentada a 24 de Dezembro, Rio de Janeiro, Companhia Editora Fluminense, Travessa do Ouvidor n.os'29 e 29 a, 1892.


Alfredo Severino Braga Duarte — Filho de Vicente Severino Duarte e D.ª Luiza Libania Duarte, nasceu em Sobral a 29 de Novembro de 1860.

E’ neto pelo lado materno do C.el Francisco Ferreira Braga, cavalleiro da Ordem de Christo, e de D.ª Francisca Fialho Braga.

Bacharelou-se em sciencias jurídicas e sociaes na Faculdade de Recife a 20 de Novembro de 1883.

Nomeado Promotor Publico de Canindé em Julho desse anno, foi removido em Dezembro seguinte para Sant’Anna, onde por mais de dois annos consecutivamente collaborou na redacção do Município de Sant’Anna, de que era principal redactor o Dr. José Mendes Pereira de Vasconcellos.

Removido em Fevereiro de 1889 para Pacatuba, em Junho de 1900 foi nomeado Juiz Municipal de Sobral.

Por decreto de 21 de Julho desse mesmo anno foi nomeado Juiz de Direito de Campo Grande, donde, em virtude da organização judiciaria do Estado, Junho de 1901, foi aproveitado para a comarca do Iguatú.

Devido á orientação politica promovida nos Estados pelo Marechal Floriano Peixoto, foi considerado Juiz de Direito em disponibilidade por Decreto de Abril de 1902.

Depois de ter exercido por annos o logar de Director e Secretario da Associação Commercial do Ceará, era ultimamente interprete do Commercio.

Falleceu em Fortaleza pela manhã de 3 de Junho de 1908 victimado por uma tysica laryngea. Não havia ainda

31