Página:Dom João VI no Brazil, vol 2.djvu/174

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


DOM JOAO VI NO BRAZIL

recommendara com calor em carta autographa ao Principe Regente de Portugal, (i) Nao restava pois mais do one entenderem-se amigavelmente o potentado da imprensa e o da diplomacia.

A correspondencia entre Funchal e Vicente Pedro No- lasco da Cunha, que depois foi com o apoio da embaixada urn dos fundadores do Investigador Portuguez, inventado para servir de contrapeso e dar o troco as invectivas do Correio, nao permitte duvidas sobre o ensaio de intelligen- cia com o periodista. Torno bem a meu pezar a impor- tunar a V. Ex. 8 a respeito do Correio Braziliense, cujo Editor esta impaciente de ver que eu nao me resolvo a aceitar a proposta que elle me fez, e com a maior difficuldade con- tinua a prestar-se aos conselhos que por via do Dr. V. P. Nolasco da Cunha Ihe mando continuamente, para que nao nomeie individuos, transformando assim o seu jornal em hum libello..." (2) Por outro lado queixava-se V. P. No lasco da Cunha em carta ao embaixador da falta "dos meios daquella agencia que aplana as maiores difficuldades".

D. Domingos de Souza Coutinho ate ahi nao opinava mesmo pela fundagao de outro jornal londrino, preferindo

��(1) Esta missive era acompanhada de uma nota a Funchal con-cetolda nos seguiutos termos : "The duke of Sussex, is extremely anxious that some act of favour may be conferred on Mr. Hipolito da Costa in order to do nwsy the unmerited stigma, which the intri- ,ym>s of Monsieur de Lima ( />. Lonrcnco de Lima) and Pina Manique have brought upon him. I orhaps Mr. do Souza mi^ht find him a very useful person to be employed in the commission relative to the com mercial concerns with the IJra/ils. The duke of Sussex can answer for his xeal ami cleaverness." A carta, que se encontra no Airch. do Min. das Rei. Ext., e datada de Kcn^lni/lon Palace, ^atiirdai/ -worniiuj, sem mengao ])orr>in de mez ou anno.

(LM Officio a Linhares de 1) de Maio de 1810, no Arch, do Min. das Rel. H!xt. Funchal a.junta : "Eu nao desesppro de poder vir a saber os nomes das Pessoas dessa Corte que Ihe fizerao grandes offe- recimontos para e&crever particularmente contra mim a V. Ex "

�� �