Página:Dom João VI no Brazil, vol 2.djvu/185

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


DOM JOAO VI NO BRAZIL 749

animar por meio de concessoes de terras ou outras vantagens a colonizagao europea. E tanto parecia esse governo dis- posto a entrar em tal ordem de ideas que fez em Cantagallo uma experiencia de colonizacao suissa, denominando-se o lugar Nova Friburgo.

Todos sabem, porem, que o ensaio foi na pratfca um fiasco. Antes mesmo da chegada, pois que, devido as ruins accommodagoes a bordo e falta de disposiqoes tomadas em prol dos immigrantes pelo que diz respeito a hygiene, 80 ou perto d isso morreram durante a travessia. Friburgo vingou como aprazivel estagao de verao, mas agricola e economica- mente ficou uma colonia nulla. Debret ( I ) particulariza as razoes do mallogro, devido no seu entender: I 9 a que, dos fundos destinados pelo governo para o conveniente estabe- lecimento dos immigrantes, alguns foram distrahidos, ape- zar da commissao nomeada especialmente para superinten- der sua applicagao; 2" a extravios e roubos occorridos por occasiao do transporte dos objectos de propriedade dos colo- nos, entre elles utensilios indispensaveis de lavoura, que ti- nham vindo em caixotes demasiado volumosos para serem carregados as costas de mulas, tornando-se precise abril-os afim de dividir os fardos; 3 Q a falta de previsao administra- tiva revelada na escolha infeliz do local comprado por bom prego n uma difficil regiao montanhosa, do que resultou mais tarde ficarem os colonos privados, por falta de communica- C,5es faceis, da exportagao dos seus productos agricolas, quando havia em Minas e Sao Paulo tanta extensao des- occupada, accessivel e de clima igualmente sadio e agra- davel.

(1) Voyage pittoresque.

�� �