Página:Fantina- (scenas da escravidão).pdf/47

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
XI

Acabado o jantar sahiram para a varanda, onde corria uma viração fresca e saturada dos perfumes do laranjal, que esbranquiçado por uma enorme grinalda, parecia entoar o epithalamio florestal. Na praia, em baixo, á beira do rio, alguns homens em fraldas de camisas pescavam de anzol ; e muito rubro, com uma enorme bola de metal candente, o sol tombava ensanguentando a selva do espigão, que se recortava em grandes agulhas negras. Aquellas arvores annosas, grossos jequetybás e sangue-dedragos, prejectavam pela encosta uma sombra larga e recuperadora como um perdão.

—Vou partindo, que d'aqui á casa tem uma légua ; e foi sahindo em busca das esporas.

D. Luzia disse-lhe :

—Pois não quer o compadre ficar hoje !

—Não, senhora ; preciso de despachar a tropa amanhã com um carregamento de toucinho. E virando-se para Frederico perguntou-lhe pelo cavallo.

—Não posso ir hoje, amigo e Sr. Deus ; fico para