Página:Fantina- (scenas da escravidão).pdf/68

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
64
FANTINA

dava no travesseiro beijos voluptuosos, profundos, de uma mordacidade abrasadora. Sosinha, sentindo o sangue mestiço correr-lhe pelas veias com a velocidade de Masepa, ella chorava a sorte de escrava que a separava dos braços de Daniel.

E nestas tribulações dormia suffocada por mil desencontrados desejos. Empurrando,beliscando, apertando as outras três companheiras,ellas lembravam-se dos caixeiros que nos encontros na igreja disseram-lhes palavras novas, cheirando a coisas curiosas ; e do Vida, no qual um sapateiro déra pelotadas de bodoque, nos fundos da horta.