Página:Flora pharmaceutica e alimentar portugueza.djvu/58

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


5'Ò FLORA PHARMACEUTICA Foi communicada ao Doutor Brote^ ro. A espécie ordinariamente usada nas boticas he a P. officihalis , que não cres- ce em Portugal. Os Francezes usao da P. angustifolia j por isso a ponho aqui. Lithospermum. Calyx partido em cinco lacinias , persistente ; co- roUa quasi afunilada, e quasi do comprimento do calyx orla fendida em cinco lacinias. 5'4. L. fruticosum. Em Fort. Herva das sete san- grias , ou Saragaça bastarda. Folhas lineares, hispidas ; estaraes iguaes á co- rolla. Fharm. Semente, herva. Semente ovada , crusta esbranquiçada-cinzenta , dura, esplendente; embigo fusco na extremi- dade mais larga. ' Habita nos matos rasteiros , e tapumes nos arre- dores de Coimbra, e outras partes na Beira e Extremadura. Floresce na primavera. Arbusto pequeno. Insípida j núcleo da semente quasi doce, oleoso. Fchium, Calyx partido em cinco lacinias , persistente , co- rolla de tubo curto , orla mais ampla , fendida em cinco lacinias, irregular. 5'5'. E. vulgare. Viperina ordinária.