Página:Flora pharmaceutica e alimentar portugueza.djvu/90

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Si FLORA. í>HARMArtUTICA curtas ordinariamente do que o pedúnculo ; os segmentos do calyx lanceolados. Pharm. Jierva. Esta planta tem huma raiz curta , filamentosa ; as suas radiculas sáo tortuosas , e guarnecidas de fíbrillas também curtas. Os seus caules sao glabros , angulosos , fracos , e deitados sobre a terra; dividem-se em ramos semelhantes a el- Jes, hum pouco remontantes. As folhas são ren- tes, fronteiras huraas ás outras, rarissimamen- te três em verticillo , ovadas, pontudas , gla- bras, verdes, indivisas na margem, patentissi- mas, e ás vezes hum pouco inclinadas para bai- xo. As flores sao axillares das folhas, ao lon- go dos ramos, sostidas em longos pedúnculos revirados para baixo, principalmente na madu- reza do fructo. As cinco lacinias do calyx sao mais curtas do que a corolla, a qual he de côr escarlate. Habita frequentemente nos campos, pastos, hor- tas , e lugares cultivados era quasi todo o Rei- no. Floresce na primavera , e verão. Annual. A herva colhida fresca e verde , he succosa , e inodora ; sendo mastigada indica no principio hum sabor oleraceo , depois cora alguraa acri- monia branda. O sueco espremido e condensa- do, como também a infusão da planta secca , tem as mesmas propriedades amargas e acres. J»7. 5. O Murrião azul ( Anagallis c£ru~ lea^ segundo Linneo, e muitas Pharma- copéas Francezas , he huma variedade desta planta; e com eíFeito ella he ás ve- zes tão equivoca no habito externo e propriedades , que só parece differir na côr azul da sua corolla ; porém a mais