Página:Flores do Mal (1924).pdf/146

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Mas tudo isso que é, comparado ao veneno
Que esse verde olhar distila,
— Esmeraldino olhar, lago de agua tranquila,
Em cujo cristal sereno
Minh’alma se retrata, e, trémula, scintila?

Mas tudo isso que é, comparade á saliva
Da tua boca, fermento
Que mergulha a minh’alma em cego esquecimento,
Sepultando-a, semi-viva,
No tenebroso mar do Aniquilamento? !