Página:Flores do Mal (1924).pdf/65

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

XVI

A Teodoro de Banville


Por tal modo agarraste a Deusa pela crina,
Com ar dominador, num gesto sacudido,
Que se alguem presenceia o caso acontecido
Poderia julgar-te um rufião de esquina.

Com o límpido olhar, — precoce e ardente vista,
Audaz, vaes expandido o orgulho de arquitecto
Em nobres produções, de traço tam correcto,
Que deixam futurar um prodigioso artista.