Página:Flores do Mal (1924).pdf/82

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Conduz-me o teu perfume ás paragens mais belas;
Vejo um porto ideal cheio de caravelas
Vindas de percorrer países estrangeiros;

E o perfume subtil do verde tamarindo,
Que circula no ar e que eu vou exaurindo,
Vem juntar-se em minh’alma á voz dos marinheiros.