Página:Herculano, Alexandre, História da Origem e Estabelecimento da Inquisição em Portugal, Tomo II.pdf/78

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


rança que ainda lhes restavam[1]. Assim, D. Henrique, offendido com as immoralidades que via practicar na corte de Roma, insistia com elrei para que o mandasse retirar della[2]. Uma circumstancia, já de antemão prevista, veio entretanto augmentar os embaraços que rodeiavam os agentes de Portugal.

Desde a sua volta de Marselha, Clemente vii não gosara de um momento de saude. Elie proprio parecia persuadido de que a morte se avizinhava. Com a vinda do estio, os padecimentos axacerbaram-se-lhe. Não era a velhice que o conduzia ao tumulo, porque tinha apenas cincoenta e seis annos. Dores violentas no estomago eram, sobretudo, o seu mal. Havia quem acreditasse que morria envenenado. Segundo alguns escriptores, a curia romana detestava-o, os principes desconfiavam delle, e a sua reputação era geralmente má. Foi tido na conta de avaro, desleal, pouco bemfazejo, posto que não vingativo, o que tal-

  1. Carta de Santiquatro, na G. 2, M. 5, N.° 51.
  2. C. de D. H. de Meneses de 19 de agosto de 1534, no Corpo Chronol., P. 1, M. 53, N.° 82. As insistências para ser exonerado daquelle cargo repetem-se nas cartas de 21 de agosto e 25 de setembro do mesmo anno: Ibid. N.os 86 e 113.