Página:Laura de Anfriso.djvu/28

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ecloga primeira.

   Eſtais, neſſe poder neſſa excellencia,
   Hũa dourada idade
   Da Real Aſcendencia,
   Inclinai Principe alto a Mageſtade
   E nos bolques entrai que os eſcurârão;
   Tão bem Deoſes ja boſques habitârão.

Ha de vir por ventura aquelle dia:
   Quãdo em cothurno excelſo a Muſa graue
   Pello mundo dirâ voſſas grandeſas?
   Ha de vir quando em cytara ſuaue,
   Cante a Imperial genealogia?
   Mageſtages Reaes? nobres Altezas?
   Mas em quanto defeſas
   Eſtas glorias me tem minha ventura;
   Vos darei entre tanto
   Os verſos da eſpeſſura,
   Onde enſayarme vou para outro canto;
   Sofrei que eſta hera a vôs viua arrimada,
   Entre voſſos loureiros enrolada.

Apenas ſe apartâra a ſombra fria,
   Quando o orualho agradauel para o gado
   No campo as tenras heruas eſmaltaua;
   Ao pê de hũa ſylueira recoſtado
   O ſem ventura Anfriſo o Ceo feria
   Cos laſtimoſos ais que derramaua.

Tirano