Página:Leal consselheiro.djvu/26

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


O LEAL f2.0?$$?.LFIEIRO. tar oque senom faria setal contrariadade nom ouues* sam, nero se faz naquelles que assy bestialmente uj- uem, que rodalias cousas que odeseio carnal req. uere seguem asseu pode. r, nero esso medes nos qua umem presuntuosam?te e se gloriam em esta uoontade car- nal nora nos contrariar, nero ihe nerobrat algu? cous8 do qua deselam ou receam, mu (]uerendo sero descli.. uoontade (;ore comprir quanto esta spiritual demand? caa? grandes queedas das quaaes hi ha muytos exam p!os. F_, pet aquseto ?1 sereuj, alguiis que tanto nora sab6 podatom conheeer como destas uoontades eonti-- nuadamente somos t?tados e requeridos. E como as primeiras tres nora deuemos seguir mas todos nossos feitos e cuidados gouernar per. aquarta fazendoos sentindo em elles per determjna(;om da fezore e do eatender e n6 donosso soilamente, mas naqueiles fetos q. ueo. requerem deque nora auemos grande certa spe.- consseih, r?enc?a per boo saber auendo ? Parealma, coro po, stado, e fazenda, alas Pessoas qua- razoado for nora nos tendo Perfiooamente na teen(;om qua requo,. ram nossas uoontades, obedeeqamos assess boos cons* sellJoe. Eaqueste he oeamjnho da descli(;om qua em ?aossa linguagem charesmoo uerdadeiro siso, ?i per sabedores he muyto iouuada por trazer es ffl se per el.. is regain corn agra(;a de deos atodo bent, e arredar de grandes mailes. Emobresta quarta aoontade faz fu? damento arreai prudeneia per qua seolhemos obem do real, dos beene omayor, �do real omenos, em todom nossos propies factos. Capitulo ?uarto como m.u?os erram na mandra dt teu ?uer pw mlUeUa ferceira tiba noontad? zu:o w.npta. Por tento, ore desta terceira fib& uoontade, ueio nmyo too errar em ss8 maneira de uiuer emidoe 8eerulmente oom e, inquo. Primelto doe Oranlo?