Página:Novas Horas Marianas ou Officio Menor da SS. Virgem Maria Nossa Senhora.pdf/702

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Reduzio-me a estar em trévas, como os que são mortos de muitos seculos.

Pelo que meu espirito vive angustiado, e meu coração está assombrado dentro em mim. Lembro-me dos antigos tempos, considero todas vossas obras; e commigo mesmo fallo das obras de vossas mãos.

Levanto a vós minha mãos, e minha alma está em vossa presença como terra sequiosa que suspira por agua.

Ouvi-me, Senhor, sem demora, que meu espirito desfallece.

Não apartêis de mim vossa face, pois seria semelhante aos que descem ao tumulo

Desde o romper da alva, fazei-me sentir vossa benignidade, porque em vós puz toda a minha confiança.

Fazei-me conhecer o caminho que devo seguir, porque a vós hei levantado minha alma.

Livrai-me, Senhor, de meus inimigos, pois a vós hei recorrido.

Ensinai-me a fazer vossa vontade, porque vós sois o meu Deos: guie-me o vosso bom espirito por uma estrada segura.

Pelo vosso nome, Senhor, vivificai-me;