Página:Novas Horas Marianas ou Officio Menor da SS. Virgem Maria Nossa Senhora.pdf/92

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


que elle dá a seus servos. (Ps. 26, 7, 8.)

Unido com seu tabernaculo, lhe offerecerei um sacrificio continuo de louvores; e cantarei psalmos em honra sua. (Ibid., ℣. 11.)

Meu coração vos manifestou minhas angustias, meus olhos vos buscão em minhas afflicções, com ansia busco, Senhor, a vossa face. (Ibid., ℣. 13.)

Como o servo sequioso brama pelas correntes das aguas, assim minha alma suspira por vós, Deos meu. — Minha alma está abrazada d'uma sêde ardente do Deos vivo e forte; quando entrarei eu em sua morada, e me presentarei diante de sua divina face? (Ps. 41, 1, 2.)

Oxalá tivera eu azas como a pomba, voaria até ir descançar no Senhor. (Ps. 54, 6.)

Que me resta pois que appetecer no Céo? E que posso eu amar na terra senão a vós, Deos meu? Minha carne e meu coração desfallecem, oh Deos do meu coração, Deos que sois minha herança por toda a eternidade. (Ps. 72, 25.)

Quão amaveis são vossos tabernaculos, Senhor Deos dos exercitos! Saudosa suspira