Página:O que eu vi, o que nós veremos (1918).pdf/100

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Que Eu Vi

É, pois, uma grande homenagem que prestamos aos aviadores do presente.

O meu amigo, um pouco confuso, responde: — "A culpa não é nossa, tinham annunciado que o aviador Santos-Dumont estava na cidade..."

Eu, para quem já passou o tempo de vóar, quizera, entretanto, que a aviação fosse para os meus jovens patricios um verdadeiro sport.

Meu mais intenso desejo é vêr verdadeiras escolas de aviação no Brasil. Vêr o aeroplano — hoje poderosa arma de guerra, amanhã meio optimo de transporte — percorrendo as nossas immensas regiões, povoando o nosso céo, para onde, primeiro, levantou os olhos o Padre Bartholomeu Lourenço de Gusmão.

 

SANTOS=DUMONT

A ENCANTADA
Morro do Encanto — PETRÓPOLIS — 1918

— 100 —