Página:Obras de Manoel Antonio Alvares de Azevedo v1.djvu/83

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Ai Jesus! não vês que gemo,
Que desmaio de paixão
Pelos teus olhos azuis?
Que empalideço, que tremo,
Que me expira o coração?
Ai Jesus!
 
Que por um olhar, donzela,
Eu poderia morrer
Dos teus olhos pela luz?
Que morte! que morte bela!
Antes seria viver!
Ai Jesus!