Página:Os Lusiadas.pdf/31

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


deram-se tão promptamente, que no mesmo anno de 1572 foi este Poema reimpresso pelo mesmo impressor. Não consta se o manuscripto tinha sido vendido, ou se as duas impressões foram feitas á custa de Luis de Camões; mas o que me parece claro he que elle assistio á impressão, ao menos da edição que tenho, e que a publicação foi feita com seu pleno consentimento; assim como he indubitavel que houve huma reimpressão no mesmo anno. A negligencia dos biographos de Camões, e dos editores primeiros que seguiram-se a dar novas edições foi tal, que nem Manoel de Lyra, nem Manoel Correa, nem João Franco Barreto, nem Manoel de Faria e Sousa na sua edição de Madrid, assim como Pedro de Mariz, e Manoel Severim de Faria, nenhum emfim faz menção de se terem feito duas edições dos Lusiadas em 1572.

O primeiro que fallou dellas foi Manoel de Faria e Sousa na segunda vida que escreveo do Poeta, e que foi impressa posthuma, na frente da primeira parte das Rimas de Camões, aonde no §º 27 diz; « El gasto desta impression fue