Página:Os Vilhancicos.pdf/63

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
: OS VILHANCICOS : 59

festa do Natal de 1697 na velha Catedral dos Bispos-Condes:

1. Jesu, quem me acode,
Que hũ valente me mata de amores?
2. Prendão-me esta ingrata,
Que de amor e ciumes me mata.
3. Acudi, Senhores!
Que me dá dentro na alma os golpes.
4. Quem dá vozes?
1. Uma alma tendida,
A que amor, que é forte,
Traz o desafio
Ao campo esta noite.
2. Acudi, pastores!
Que o veneno entre flores se esconde.
4. Quem dá vozes?
3. Um amante fino,
Cujo feito nobre
Dissimula ofensas,
Tiranias sofre.
2. Acudi, senhores!
Que as entranhas e o peito me rompe.
4. Quem dá vozes?
1. Uma alma abrazada,
2. Um amante pobre,
1. De amores perdida,
2. Perdido de amores,
1. Quem me trouxe ao campo?
2. Quem ao campo me trouxe?
1. Esta noite ao frio,
2. Ao frio esta noite,
3. Qual a causa ha sido?
1. Ciumes e amores,
Que amor e ciumes,
Nunca estão conformes.