Página:Os symbolos nacionaes.pdf/27

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


nomes daquelles que, supportando as minhas exigencias, pacientemente cooperaram pâra a consecução do meu fim.

Quanto ao espirito geral do livro, desejo não o julguem um trabalho de imaginação e, muito menos, de estylo; mas, apenas, um esfôrço de patriotismo e de demonstração da verdade. Quasi todo elle tumultuariamente escripto, pâra occorrer a uma necessidade de momento, e ás pressas terminado, não pôde o auctor applicar-lhe aquelle grave preceito de Horacio, exigido pâra a excellencia das producções literarias... Ácima de tudo attendi á anályse imparcial dos factos e aos altos destinos da Patria, inspirando-me na sua natureza e na sua história.

Aos brasileiros de consciencia entrego, pois, êste livro, certo de que elle possa contribuir pâra a solução magna do assumpto.

Não terminarei ainda éstas palavras preliminares sem referir um facto, que a muitos, talvez, houvesse passado despercebido, e sem formular um voto. Por occasião da conferência de Haya, deu-se um incidente, secundário (é certo), mas que tem a sua significação: num projecto de bandeira internacional, então architectado[1], e em que as nações são classificadas, mais ou

  1. Vide trabalho intitulado Essai de constitution internationale, redigido por Umano, Paris, 1907. A imaginária bandeira internacional, com um sol ao centro e os pavilhões nacionaes em volta, vem na capa da publicação.