Página:Pacotilha poetica.pdf/126

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
122
Se os seus males ou


SENHORAS

2 Os mares, não; as venturas
  Hão de fugir e voltar;
  Taes são as alternativas
  Que devereis encontrar.

3 Se a vida fosse só doce
  Nos havia enfastiar;
  Assim ha tempo p'ra tudo,
  Para soffrer e gozar.

4 Vossos males terão fim,
  E a cousa está por momento;
  Senhora, podeis me crer,
  Que não tarda o casamento.

5 Vossas venturas, senhora,
  Vão agora se findar;
  Aquelle p'ra quem viveis,
  Já vai de vós se ausentar.

6 Como o vosso papai sabe
  De vosso grande segredo,
  E' de crer qu'essas venturas
  Tenham fim ou tarde ou cedo.

7 Breve a ausencia que vos causa
  Tanto mal, tanta saudade,
  Terá fim, que o vosso amante
  Vai entrar nesta cidade.