Página:Pacotilha poetica.pdf/159

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
155
nos despachos?


HOMENS

2 Sim, pois que a vosso respeito
  Sabe muito o ministerio;
  Esperai, que deportado
  Ireis p'ra fóra do imperio.

3 Esperai p'ra quando fôrdes
  Algum desses tubarões
  Que vêm dos mares de Africa
  E aqui arrotam milhões!

4 Apezar de ser quem sois,
  De serdes já tão mal visto,
  Inda pilhareis a fita
  De Cavalleiro de Christo.

5 Se quereis fazer-vos grande,
  Furtai, porém reparti;
  Se quereis ser despachado,
  Adulai sempre, e menti.

6 Sim; porém o caso é fino
  Pois vos deve ser sciente
  Que a graça fica em futuro,
  Quando se não faz presente!

7 Como sois bello e gentil,
  E muito tratante moço,
  Ganhareis ainda, amigo,
  Um laço para o pescoço.