Página:Pacotilha poetica.pdf/166

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
162
Se é tolo ou quer


SENHORAS

2 Em modas gastais sem conta
  O dinheiro tão preciso,
  Se não sois tola, senhora,
  Onde está vosso juizo?

3 Escreveis certas cartinhas
  Com talento e com juizo;
  Mas para quem? Eis-ahi
  Onde vejo o pouco sizo.

4 Sois tôla, sois imprudente,
  Não sabeis dissimular;
  Isso convem, minha dona,
  A quem se propõe a amar.

5 Sois tola, porém sois rica,
  E isso vos dá juizo;
  E até no pensar que o tendes,
  Provais que não tendes sizo.

6 Se campais de ter juizo,
  E' facillima a illação;
  Senhora, o vosso juizo
  Reside no coração.

7 Corda dais a mais de quatro
  Para tal, geito é preciso;
  Mas que engano se pensais
  Que tendes muito juizo!