Página:Pacotilha poetica.pdf/269

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
265
no Rio de Janeiro


40 Se morre, não dá trabalho,
     Facil é hoje o enterro,
     O serviço é bem barato
     Se não estou em algum erro.

41 E leva ante si cortejo
     De mui ricas carruagens,
     E a cavallo o escoltando
     Enlutados, tristes pagens.

42 E lá nos confins do mundo
     Tem uma cova no chão,
     Onde o tiram os ilhéos,
     Que os coveiros hoje são.

43 Ha de estranhar bastante
     A falta de caridade
     Que se nota nos enterros
     Lá nos confins da cidade.

44 Porém tenha paciencia
     Nós todos somos iguaes...
     Assim tambem enterrados
     São os brutos animaes.

45 D'antes as praias coalhadas
     De tigres medonhos eram,
     Hoje nas brancas arêas
     As ondas brincando imperam.