Página:Rosa, rosa de amor.djvu/26

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

    Só vivo as horas que passo
    Junto de ti, meu amor,
    Tua cintura em meu braço,
Meu beijo em tua bocca em flor...

    Só assim vivo, querida,
    Pois tudo mais não é vida.




    Ventura que mal gotteja,
    Triste do amor que se esconde,
    E só acha de onde em onde
    Um acaso que o proteja;