Página:Til (Volume III e IV).djvu/188

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


disse Linda indicando o mastro com um aceno de fronte.

— Quer uma? perguntou Miguel com gesto de reunir-se aos companheiros.

Ressentiu-se a menina daquele pretexto do moço para retirar-se, arrependida de o ter oferecido. Mas pensava que ele não aceitaria tão pronto.

— Para quê? Eu tenho esta que é tão bonita! acudiu ela mostrando um cravo branco, que lhe enfeitava o trespasse do lindo corpinho de cassa. Não é?

— Muito! balbuciou Miguel que vira não a flor, mas a polpa rosada do colo mimoso, debuxando-se entre as preguinhas do decote.

— Sabe o que significa?

— Não.

Frisaram-se os lábios vermelhos da menina para soltar a palavra; mas