Página:Til (Volume I e II).djvu/150

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Do pique daquele morro
Vem descendo um cavaleiro.
Oh! gentes, pois não verão
Este sapo num sendeiro?


Adubavam o mote com uma descomposta risada e logo após soltavam um grito gutural:

— Pxu! Pxu!

Têm os pretos o costume de entressacharem nas toadas habituais, seus improvisos, que muitas vezes encerram epigramas e alusões. Bem desconfiava, pois, o feitor de que a tal cantiga bulia com ele, e o sapo não era outro senão um certo sujeito bojudo e roliço, de seu íntimo conhecimento; mas fingia-se desapercebido da cousa.