Página:Til (Volume I e II).djvu/17

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Levou ao rosto a espingarda fingindo armá-la, e apontou para o outro.

— Atira! disse aquele com a voz arrastada e indolente.

E promovendo um passo, apresentou com desgarro o peito à mira da espingarda de Miguel, que já arrependido do gracejo, abaixava a arma.

— Pois olhe! tornou o homem da camisola com a mesma voz de arrasto. Fazia um bem a mim... e a outros!

— Por que, Jão?

Fora da menina esta pergunta. Colocada além de Miguel não vira a menção do tiro, feita de brinquedo por este, e só voltou-se e compreendeu o que passara, ao ouvir as últimas palavras.

— Esta vida me cansa! respondeu Jão com um arquejo.

— Estás com saudade da forca? retorquiu