Página:Til (Volume I e II).djvu/25

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


— E tenho mesmo! Olhe! Aqui está! exclamou a menina a rir-se, mostrando um bentinho que tirou do seio, onde o trazia com uma cruz, preso a um cordão de ouro.

— Então é encanto; não há dúvida, replicou Miguel sorrindo.

— E eu digo que não.

— Ora, todos sabem!

— Ninguém sabe, nem eu mesma, só Deus; mas eu cuido uma cousa.

— O quê?

— É porque eu não tenho medo dele.

— Qual!...

— Nenhum; nenhum!

— Mas você ficou mais branca do que uma cera, que eu bem vi.

— De raiva só! respondeu a menina com expressão.

Tinham os dous companheiros chegado