Página:Til (Volume I e II).djvu/336

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


A voz do capanga balbuciou, e por fim gelou-se nos lábios trêmulos e lívidos.

— O que é? insistiu Berta. Fale, não tenha susto. Quer que eu faça alguma cousa por você?

— Sim!

— Pois diga.

Com um violento esforço arrancou o capanga estas palavras trôpegas:

— Beijar o bentinho.

Sorriu-se Berta, e com um gesto gracioso tirou do seio o relicário pendente como a cruz do cordão de ouro, e, erguendo-se na pontinha dos pés, o deu a beijar, preso como estava ao pescoço.

Jão Fera roçou os lábios pela relíquia, e, sem força para erguer a cabeça bamba, com o corpo balordo e o passo trôpego, cambaleando como um ébrio, afastou-se