Página:Til (Volume I e II).djvu/341

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


foram abrigar-se do sol na horta à sombra de uma latada, onde podiam conversar à vontade.

Linda parecia triste. A próxima festa, longe de enflorar, lhe desfolhava o brando e mavioso sorriso. Como o dourado inseto que se esconde entre as pétalas da rosa, havia um segredo a suspirar nesses lábios mimosos.

— Esta noite as moças ficam sempre tão contentes! disse a menina em tom de suave queixume.

— E você? tornou Berta com um sorriso.

— Eu não!

— Por que, Linda?

— Todas têm uma pessoa que pense nela.

— Então você não tem? perguntou Berta com um doce remoque.

Linda abanou a cabeça melancolicamente.