Página:Til (Volume I e II).djvu/70

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


dito quem era o homem, eu certo que não aceitava o ajuste, nem recebia os seus vinte patacões para tomar o empenho que tomei.

— Por que então?

— Basta que eu saiba. Só depois é que me disse, quando eu já tinha gasto seu dinheiro. Esperava ganhar para lhe restituir; e por isso ia deixando a cousa para mais tarde, pois o senhor há de lembrar-se, que minha promessa foi dar conta do homem até São João que vem cair lá para a outra semana. Sou senhor de minha vontade, fazer hoje ou amanhã, quando me parecer, desde que naquele dia minha palavra estiver cumprida. Aí está a razão...

— Quem duvida que o camarada é um homem honrado? Então eu não sei com quem lido?