Página:Ultimos Sonetos.pdf/119

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


O CORAÇÃO


O coração é a sagrada pyra
Onde o mysterio do sentir flammeja.
A vida da emoção elle a deseja
Como a harmonia as córdas de uma lyra.

Um anjo meigo e candido suspira
No coração e o purifica e beija...
E o que elle, o coração, aspira, almeja
É sonho que de lagrimas delira.