Página:Ultimos Sonetos.pdf/125

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


A GRANDE SÊDE


Se tens sêde de Paz e d'Esperança,
Se estás cégo de Dor e de Peccado,
Valha-te o Amor, o grande abandonado,
Sacia a sêde com amor, descansa.

Ah! volta-te a esta zona fresca e mansa
Do Amor e ficarás desafogado,
Has de ver tudo claro, illuminado
Da luz que uma alma que tem fé alcança.