Página:Ultimos Sonetos.pdf/131

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


O GRANDE SONHO


Sonho profundo, ó Sonho doloroso,
Doloroso e profundo Sentimento!
Vae, vae nas harpas tremulas do vento
Chorar o teu mysterio tenebroso.

Sóbe dos astros ao clarão radioso,
Aos leves fluidos do luar nevoento,
Ás urnas de crystal do firmamento,
Ó velho Sonho amargo e magestoso!